Make

O uso de corretivos cosméticos é uma prática corriqueira para disfarçar manchas, erupções cutâneas e imperfeições da pele, mas a escolha do tipo de formulação exige um pouco de conhecimento para garantir um resultado natural.

Normalmente este tipo de produto é uma combinação de base cremosa, com pigmentos, os óxidos de ferro), dióxido de titânio e óxido de zinco. A mistura dos óxidos de ferro, que variam entre tons de amarelo, vermelho e preto, aos agentes opacificantes e secativos, dióxido de titânio e óxido de zinco, podem fornecer inúmeras tonalidades de "cor de pele" para cobrir a área a ser tratada. Além das fórmulas cremosas existem pós compactados, bastões cerosos e suspensões bem fluidas, cada uma delas sendo indicada para um uso específico.

Dicas simples para a correção perfeita!

Cada tipo de imperfeição precisa de uma fórmula específica, aliada a aplicação correta, então veja como trabalhar os 3 tipos de imperfeições que atrapalham o seu visual: 

• Olheiras
 
Para disfarçar olheiras a melhor escolha são as fórmulas menos viscosas e mais leves, verdadeiras emulsões pigmentadas, que são mais fáceis de aplicar e espalhar. Escolha um tom bem próximo ao das pálpebras e aplique em pequenos pontos, espalhando suavemente, com movimentos de dentro para fora da área dos olhos. 

• Espinhas
 
O ideal é escolher uma fórmula contendo óxido de zinco, de leve ação anti-séptica e adstringente, num tom mais claro que a pele, aplicando pontualmente com pincel sobre a espinha, sem espalhar. Aguarde alguns minutos e então finalize a maquiagem com uma base líquida e pó facial. 

• Cicatrizes
 
Nunca se esqueça que o objetivo de usar corretivos cosméticos é amenizar a aparência de uma falha ou imperfeição, mas não se deve exagerar para que não aconteça exatamente o inverso: chamar a atenção para a área que se quer disfarçar. No caso de cicatrizes é bom optar por formulações contendo difusores ópticos, substâncias que trabalham a reflexão da luz, alterando a aparência na região. Escolha fórmulas em pó compactadas, usando uma esponja macia e um pincel de cerdas largas, como os destinados ao uso de pó facial, para homogeneizar o produto nos os contornos da cicatriz e matiza-la com o restante da pele. 

Lembre-se sempre que nossa pele tem diferentes tonalidades, ninguém tem o rosto inteiro de uma cor só, portanto camuflar é a palavra de ordem para ter uma aparência. Esqueça os tons fechados de beige chapados por todo o rosto, trocando por pontos de tons mais claros para iluminar e tons mais escuros para dar profundidade. É nessa paleta de tons que você evidencia qualidade e oculta imperfeições.
Boa paisagem!

Conheça o trabalho de Sonia Corazza: www.belezainteligente.com.br Tel: (11) 3511-3808

Créditos foto
La Biosthetique
Fotógrafo: Pier Luigi Macor
Hair e make: Stéphane Gallien, Artistic team