A versatilidade da coloração em degradêEla conquistou as brasileiras por permitir cabelos luminosos, sem cores marcadas e uma profusão de tons esfumaçados, que realça os pontos fortes e faz um contraste interessante entre luz e sombra. Versátil, a coloração em degradê veio para ficar, e pode ser executada por meio de diferentes técnicas. “As mais usadas são free lights, ombré hair e balayage”, afirma o 
hairstylist Yuri Santos, do time artístico Taiff/ProArt.

Segundo ele, para a execução dessas técnicas, os principais segredos estão no momento em que o profissional “apaga” a raiz, na pincelada e no empilhamento da mechas. Já os principais pecados são não deixar chegar no tom por falta de paciência e não se preocupar com as divisões do cabelo e acabar deixando marcas.

Tons mais procurados

Sucesso nos salões, as colorações com pontos de luminosidade prometem também ser as vedetes do verão 2016. Yuri adianta que os tons pastel, bege, dourado e platinado serão apostas certas, e que as morenas que desejam cabelos iluminados também podem investir na paleta de avelãs.

"
Independemente da escolha da técnica, uma das grandes novidades atualmente, que está fazendo uma enorme diferença, são os produtos que podem ser colocados no pó descolorante e servem para proteger o fio”, comenta o expert.

Para escolher os tons certos, Yuri indica o profissional deve se preocupar com a tonalidade em que o cabelo está e com o estilo do cliente. Saiba mais sobre as técnicas empregadas!

Free hands

Para assegurar o resultado mais natural possível, esta técnica de coloração é realizada à mão livre, somente com o pincel e sem o uso de papel-alumínio. Requer menos retoques e é perfeita para quem quer mudanças, mas sem radicalismos.

Ombré hair

Ainda na "crista" da moda, a técnica consiste em deixar a raiz dos fios na cor original e clarear os cabelos do meio para as pontas até quatro tons, mesclando as nuances a partir da linha das orelhas e criando um efeito de luz nas pontas e sombra na raiz do cabelo.

Balayage

Francesa, esta técnica de aplicação da coloração também não usa papel-alumínio, e é feita apenas na parte mais superficial dos fios, garantindo brilho e luminosidade.

Podem ser utilizado vários tons, geralmente, aplicados na parte superior da cabeça ou na linha das têmporas. Famoso e antigo, o método foi destaque na coleção Riviera Voyage, da L'Oréal Professionnel, com um estilo praiano-chique. Veja as imagens clicando aqui.