Cabelos LisosTodos sabem que a substância química formol, utilizada pelos salões de beleza na famosa escova progressiva, foi proibida pela ANVISA (Agência Nacional Vigilância de Sanitária). Segundo a Agência, a quantidade de formol permitida em produtos cosméticos é de 0,02%. Nesta porcentagem, ele age apenas como conservante, sendo inviável produzir um alisamento com esta quantidade da substância.

Para continuar satisfazendo o desejo das mulheres, alguns salões passaram a usar a técnica do “alisamento térmico”, feito com produtos a base tioglicolato de amônia. Segundo o hairstylist Edu Levy, de São Paulo, a duração desta técnica é maior se comparada com a da progressiva e, além disso, é mais segura.

Atualmente, algumas empresas agem de má fé e vendem aos salões a chamada “Progressiva liberada pela ANVISA,” com número de liberação falso, que não existe ou correspondente a outro produto, como um xampu, por exemplo. O problema é que muitos salões são enganados e usam o produto em seus clientes. “Ainda não existe um estudo certo que comprove os danos causados a saúde pelo uso indevido da substância. O cabeleireiro tem por obrigação antes de adquirir qualquer produto checar sua procedência e verificar se é permitido pela ANVISA”, diz Edu Levy.

O profissional orienta ainda que, antes de iniciar o tratamento, é preciso fazer um teste com uma mecha do cabelo para observar a saúde do fio e verificar quanto tempo será necessário para alisá-los os fios. Estas precauções evitam a sua sensibilização e quebra. Vale ressaltar que a cliente deve estar ciente sobre a importância de fazer tratamento de reconstrução e hidratação periódicas para manter os fios com brilho, maciez e lisos por mais tempo.

A realização do trabalho leva, em média, de uma 1h à 3h, e depende da quantidade e do comprimento do cabelo.


Edu Levy tem 32 anos, sendo mais de 15 anos de experiência. Em seu trabalho, utiliza a técnica de visagismo, que engloba um estudo geral da pessoa. Antes do corte, faz uma análise que vai desde o psicológico até o modo de andar e de vestir da cliente. Tem especializações em renomadas academias, como Vidal Sasson Cut (UK) de Londres, além de Pivot Point (EUA), e Tony & Guy (UK) Cortes e Tendências, ambas com filial em São Paulo.