Foto 01O futebol não é mais somente um esporte ou um lazer para muitos homens. Ele pode servir também de fonte de inspiração para a composição do visual, que vem com cortes de cabelos baseados em craques como David Beckham, do Milan, e Cristiano Ronaldo, do Manchester United. O cabeleireiro Adi José Sutil, do Lady&Lord do Shopping Mueller, conta que os modelos usados pelos jogadores são os mais solicitados por homens de até 35 anos.

“Estão em alta os visuais mais despojados, com cortes desestruturados e desfiados”, conta o cabeleireiro. “São looks muito práticos, por isso acabaram caindo no gosto dos jovens”, diz. Ele explica que são estilos de corte que não dão trabalho, pois podem ser arrumados com as próprias mãos, sem exigir grandes habilidades com as madeixas. Basta um pouco de gel ou de cera para os fios ficarem modelados.

Para quem não gosta da tendência, o cabelo raspado com máquina é uma opção moderna e prática, mas que exige visitas regulares ao cabeleireiro para mantê-lo sempre curto. O profissional comenta que este tipo de corte é o preferido por quem começa a apresentar sinais de calvície, pois deixa o visual mais uniforme. Para ambos os estilos, o cabeleireiro recomenda um intervalo de no máximo três semanas entre os cortes, para que o cabelo esteja sempre com um bom caimento e comprimento, além de estar mais prático paraFoto 02 arrumar.

Assim como as mulheres, homens também precisam cuidar dos cabelos durante o verão. Cuidados como protetor solar no couro cabeludo e uso do boné são indispensáveis para os que optam pelo cabelo raspado e, principalmente, para os calvos, vítimas freqüentes de queimaduras na cabeça. Adi também indica uma visita ao cabeleireiro quando voltar de férias. “Insistimos na recomendação, mesmo sabendo que os homens são menos cuidadosos do que as mulheres”.

Adi José Sutil é cabeleireiro dos salões Lady & Lord, de Curitiba.
Tel. (41) 3311-8900