A preocupação com o meio ambiente e a sustentabilidade vêm ocupando cada vez mais espaço na mídia e já são fatores que fazem parte do dia a dia das pessoas, entre elas os proprietários e funcionários de salão de beleza. Também é cada vez maior o número de empresas que aumenta sua linha de produtos oferecendo opções de produtos naturais.

Biocosméticos são nova aposta de indústrias da beleza

No Brasil acaba de surgir a Purangy, uma nova marca de biocosméticos que tem fórmulas à base de ingredientes e ativos botânicos extraídos de forma sustentável. E para falar mais sobre essa tendência dos biocosméticos, o Portal Cabeleireiros.com entrevistou Mari Takebayashi, diretora comercial e desenvolvimento da Purangy.

Portal Cabeleireiros.com: Qual a principal diferença entre os cosméticos habituais e os biocosméticos?
Mari Takebayashi: Segundo o projeto de Lei 2906/08, o termo Biocosméticos aplica-se a cosméticos com alta concentração de ativos da Amazônia, 10 a 25% . Os cosméticos habituais não utilizam tal concentração de ativos.

Portal: Quais benefícios os biocosméticos trazem a seus usuários e ao meio ambiente como um todo?
Mari: Os benefícios são, para o usuário, resultados melhores em menor intervalo de tempo; já para o meio ambiente, temos a obtenção destes ativos de forma sustentável, através de frutos e sementes sem destruição das florestas. Além disso, há também os benefícios sociais: a população local tem atividade econômica, evitando o êxodo rural e muitas vezes o subemprego e a marginalidade.

Portal: Como são elaboradas as fórmulas dos biocosméticos? E a seleção dos ingredientes para cada produto, como é feita?
Mari: As fórmulas dos produtos da Purangy Cosméticos são elaboradas por profissionais com larga experiência em desenvolvimento e criação. A seleção dos ingredientes é feita considerando-se todos os recursos disponíveis de pesquisas sobre os ativos e os benefícios que eles proporcionam.

Portal: Você acredita que a preocupação com o meio ambiente que assola o planeta atualmente contribuirá para o aumento das vendas dos biocosméticos?
Mari: Não somente a preocupação com o meio ambiente, mas também os resultados que os biocosméticos promovem.

Portal: É certo dizer que o prazo de validade dos biocosméticos é menor do que o dos cosméticos normais? Por que isso acontece?
Mari: O prazo de validade não é menor para os biocosméticos, a validade é igual ao dos cosméticos habituais, o que muda é a concentração (alta) e a origem (Amazônica).

Portal: Os biocosméticos precisam ser armazenados de alguma maneira especial?
Mari: Não necessitam de armazenamento diferenciado de um cosmético habitual.

Portal: Pode-se utilizar, em uma mesma maquiagem, por exemplo, cosméticos industrializados e bio?
Mari: Sim, um não interfere no outro.