Mudar faz parte da natureza humana. Nas mulheres esta característica é ainda mais acentuada, principalmente, pelas constantes variações na cor e corte dos cabelos.

Para uma coloração mais duradoura e perfeita é importante consultar um profissional cabeleireiro, que tem ampla experiência em analisar a textura e condições dos fios e pode aconselhar sobre a melhor técnica para transformar a cor do cabelo, a fim de evitar danos ou resultados indesejáveis.

Pioneiro em oferecer atendimento a homens e mulheres no mesmo ambiente e com mais de três décadas atuando como hairstylst, Pedro Paulo Marques, diretor do Pedro Paulo Cabeleireiros do Rio de Janeiro, em entrevista, responde às principais dúvidas sobre coloração. Confira.

Portal: Para a temporada outono-inverno, qual a tendência de coloração?
Pedro Paulo: A estação mais fria pede tons quentes como vermelhos, marrons, chocolate e variações desses tons.

Portal: Qual a tonalidade indicada para quem não quer seguir a tendência?
Pedro Paulo: Quem não é adepto de tendências, deve optar por um castanho dourado, mas esta escolha também vai depender da nuance do fio e da cor da pele, que pode exigir um tom mais claro ou mais escuro. Esta cor proporciona beleza e brilho aos cabelos.

Portal: As luzes douradas combinam com qualquer tom de cabelo?
Pedro Paulo: Não. Elas combinam com tonalidades de chocolates e castanhos, pois fará um tom sobre tom, o que dá maior realce ao brilho dos cabelos.

Portal: Em que cores as luzes devem ser feitas se a mulher tem cabelo:
Pedro Paulo: No caso dos loiros, deve-se aplicar dourado claro para um visual mais clássico. Mas pode também fazer luzes acobreadas dando um toque fashion e até mesmo preto para perfis mais ousados. Para os castanhos, o ideal é dourado ou acobreado. E para os fios pretos, vale apostar no vermelho, acobreado, ou até branco se quiser fazer um visual de cinema e mais ousado.

Portal: As raízes devem receber luzes? Se sim, de que forma?
Pedro Paulo: Depende do resultado que a cliente deseja. No caso das mechas californianas ou sun kiss não se aplica na raiz, para dar efeito natural de queimado do sol.

Portal: As mechas californianas continuam em alta mesmo nesta época do ano?
Pedro Paulo: As mechas californianas continuam em alta, principalmente nas cidades litorâneas onde o estilo das mulheres é mais despojado. Além do mais, elas dão um charme ao visual.

Portal: Após tingir os fios com um tom de louro claro, pode-se fazer luzes e escova progressiva, sem danificar a haste capilar?
Pedro Paulo: Pode fazer, mas é necessário fazer sempre uma análise profunda do estado dos fios. Além disso, não deve-se realizar todos os serviços no mesmo dia. Deve-se dar uma pausa de 15 dias entre um procedimento e outro para não sensibilizar demais o fio.

Começando pelas luzes, temos que analisar o tom do fundo do cabelo e da pele da pessoa para sabermos qual a cor ideal a ser aplicada e a volumagem da água oxigenada a ser utilizada, a fim de evitar danos desnecessários aos fios.

Quanto à progressiva, é preciso saber o tipo que será usada. Na Progressiva a base de tioglicolato de amônia e outros derivados é fundamental fazer o teste de mecha para ter certeza se o cabelo resistirá ao processo químico ou não.

Após todos estes processos químicos, o cabelo deve receber um tratamento muito especial. O ideal é fazer serviços de reconstrução e restauração dos fios, utilizando produtos que contenham aminoácidos, colágeno e proteínas. Com isso o cabelo ganhará flexibilidade, elasticidade e resistência.

Portal: Qualquer pessoa pode pintar os cabelos de vermelho? Esta cor combina mais com que tipo de pele? Existem tons mais apropriados para cada pessoa?
Pedro Paulo: Sim. Porém, pessoas com pele clara, de um modo geral, ficam bem com qualquer tonalidade de vermelho. Já as morenas e negras devem optar por tons de vermelho mais escuros.

Portal: Tintura vermelha é mais difícil de sair? Se pintar e não gostar, como reverter?
Pedro Paulo: Ao optar por esta cor, a mulher precisa estar muito determinada, porque seus pigmentos são mais fortes e para reverter a cor, a melhor solução é escurecer os fios. Mas, ainda assim ficarão alguns reflexos avermelhados nos fios.

As pessoas devem ter em mente que coloração é uma química, que altera a estrutura do fio, por isso a necessidade dos cuidados especiais. Não é como um esmalte ou batom que você troca a qualquer hora sem maiores conseqüências. Para uma transformação desse tipo, a pessoa precisa ter certeza do que deseja.

Portal: Vermelho cobre os fios pretos?
Pedro Paulo: Se o preto for a cor natural, sim. Mas, se for um cabelo tingido não, porque tinta não clareia tinta. No cabelo preto virgem, se a pessoa quiser um tom avermelhado, sem precisar descolorir antes da tintura, o que sacrificaria demais os fios, ela poderá conseguir um resultado interessante tingindo os fios com uma tonalidade bem clara de vermelho, com oxidante de 30 volumes, que deixará os cabelos com reflexos avermelhados.

Portal: Quando a cor começa desbotar é preciso pintar todo o cabelo ou só a raiz?
Pedro Paulo: Deve-se pintar todo o cabelo por conta do desbotamento. Pinta-se primeiro a raiz e após 20/30 minutos puxa-se para comprimento e pontas deixando por mais 10 minutos antes de lavar. Isso dá uniformidade à cor em todo o comprimento do fio.

Portal: É possível fazer luzes em cabelos vermelhos? De quais cores? Pedro Paulo: É possível sim, dependendo do espírito de ousadia da cliente, até mechas pretas.

Portal: Para mulheres que não desejam pintar os cabelos de quinze em quinze dias, existe alguma técnica?
Pedro Paulo: Um truque profissional é não fazer divisões muito marcadas, que ressaltam a raiz. O ideal é pentear de maneira que apareça somente um ponto de raiz no alto da cabeça. Se os brancos estão no contorno da testa, uns fios soltos, como franja, ajudam a disfarçar as raízes crescidas, por exemplo.

Serviço:
Pedro Paulo Cabeleireiros
Rua Carlos Góis, 234 – Lj D – Leblon – RJ/RJ – (21) 2239-4649
www.salaopedropaulo.com.br