Ter sobrancelhas bem delineadas é o desejo de todas as mulheres, mas isso nem sempre era possível. Felizmente hoje em dia isso não precisa ser mais um problema. A correção das falhas pode ser feita de forma suave, quase natural com a técnica da micropigmentação, método semelhante ao da maquiagem definitiva, só que com efeito natural por ser feita fio a fio e em colorações próximas do tom original do pêlo.

O procedimento é praticamente indolor, não oferece risco à pele e pode estimular o crescimento dos pêlos. “A pele é estimulada através do movimento da agulha, que ativa a corrente sanguínea periférica local, ativando assim, o surgimento de novos pêlos”, explica a micropigmentadora Fabiane Pinheiro, do Magika Cabelo & Corpo, que conversou com a reportagem do Portal para esclarecer o trabalho.

Portal: Por que depois de muito tirar os fios de sobrancelhas eles não voltam a nascer?
Fabiane: Porque conforme os fios são tirados com freqüência o bulbo capilar fica enfraquecido e cessa seu crescimento.

Portal: A técnica da micropigmentação pode ser usada por todas as pessoas? Há alguma contra-indicação? Mulheres grávidas, por exemplo, podem se submeter ao processo?
Fabiane: Não há contra-indicação, somente não é aconselhável para gestantes que ficam com a sensibilidade maior.

Portal: Quanto tempo leva para aplicar a micropigmentação?
Fabiane: O procedimento é rápido, cerca de uma hora.

Portal: Quanto tempo dura a micropigmentação na pele das pessoas? Existe alguma variável em função da cor da pele, ou outro fator?
Fabiane: Quando é feito o retoque recomendado para a finalização do processo, a micropigmentação dura aproximadamente um ano. A cor da pele não compromete o resultado final.

Portal: Há algumas pessoas que passam por esse processo e ficam com aspecto muito artificial. Por que isso ocorre, como evitar o problema?
Fabiane: Quando há ausência total de pêlos a micropigmentação fica mais visível. Para evitar o problema é necessário buscar um profissional qualificado, para que aplique o processo fio a fio.

Portal: Quanto às cores, é possível obter uma cor natural com o método da micropigmentação?
Fabiane: Sim, é possível. Existem tonalidades específicas para cada pele. Porém, nunca se deve permitir que o profissional da área utilize a cor preta. Seja na camuflagem de cicatrizes, vitiligo ou no contorno dos seios. A cor preta foi desenvolvida apenas para ser utilizada na maquiagem definitiva da área dos olhos.

Portal: Os pêlos continuam nascendo normalmente no local onde foi realizada a micropigmentação?
Fabiane: Sim, o processo também estimula o crescimento dos pêlos.

Portal: O sol e a limpeza diária da pele podem, de alguma forma, comprometer os resultados da micropigmentação?
Fabiane: Deve-se atentar quanto ao uso de produtos à base de ácidos. A utilização deles pode acarretar num clareamento do pigmento. Quanto à exposição solar, vale o bom senso, o uso de protetor solar é indispensável.

Portal: Como se trata de um processo semelhante à tatuagem há o risco de contrair algum tipo de doença? Como evitar que isso ocorra?
Fabiane: Para evitar qualquer tipo de contaminação é necessário que o cliente exija sempre material 100% descartável. Antes do procedimento, o profissional deve abrir o material a ser utilizado na frente do cliente e mostrar que se trata de material descartável.

Portal: Gostaria que você fizesse suas considerações finais.
Fabiane: A micropigmentação é uma ótima solução para corrigir não só as sobrancelhas, mas também na camuflagem de manchas e cicatrizes. Os resultados são naturais e o custo do procedimento é acessível. 

Sobrancelhas perfeitas

 

Fabiane Pinheiro é técnica em micropigmentação e atua no salão Magika Cabelo & Corpo, no Morumbi, em São Paulo/SP. Mais informações pelos telefones: 11-3742-8393 e 11-3742-8653