Com duas unidades em Curitiba, o Torriton é o que se pode chamar de paraíso para a mulher. Lindo, bem equipado e com dezenas de serviço, ele é um dos empreendimentos mais badalados da cidade na área de beleza. Conversamos com Maria Lucia Iglesias, uma das sócias do Torriton, que nos contou um pouco mais sobre os serviços e rotina do salão.

Portal Cabeleireiros.com: Qual é o maior diferencial do Torriton?

Maria Lucia Iglesias: Acredito que temos um poder de conquista de novas clientes muito grande. E o melhor: mantendo as freguesas antigas. Não é raro atendermos em nossas unidades três gerações de mulheres da mesma família. Também vale sublinhar que o público curitibano é muito exigente, e pessoas de fora do Paraná que montam salões na cidade, muitas vezes não conseguem atender as expectativas das clientes. E o nível de aprovação que temos nesse ponto, é altíssimo.

Portal: Como funciona o processo de seleção dos profissionais que trabalham no salão?

Maria Lucia: A seleção é feita por mim. Sempre buscamos profissionais que atendam o perfil para determinada vaga. Um fator vital é que a pessoa entenda de moda e esteja antenada com o que está acontecendo no mundo da beleza. Aqui, os funcionários entram como assistentes e, de acordo com o desempenho apresentado, são encaminhados para serem nossos futuros profissionais.

Portal: E os funcionários recebem algum tipo de treinamento?

Maria Lucia: Encaminhamos nossos profissionais para os melhores cursos do mercado, inclusive no exterior. Também firmamos parcerias com fornecedores que oferecem ótimas oportunidades de aprimoramento técnico à nossa equipe.

Portal: Há algum tempo, os proprietários de salão entenderam que, mais do que simplesmente cortar os cabelos, precisam entender da parte administrativa do seu empreendimento. Como é feita essa administração no Torriton?

Maria Lucia
: No caso de um salão grande, é comum encontrar casos de profissionais que o montem, mas não conseguem tocá-lo sozinhos, justamente por ser um empreendimento que envolve diversas áreas. Para dar certo, a administração tem que ser muito bem feita, e temos essa sorte aqui. Nossos departamentos financeiro, administrativo, de marketing e todos os demais funcionam em perfeita sincronia e contam com ótimos profissionais.

Portal: Como foi projetado o design do salão?

Maria Lucia: Contratamos um arquiteto que realizou a otimização do espaço. No caso da área de estética, por exemplo, é imprescindível que ela seja mais calma e relaxante. Já nas lojas, elas foram projetadas de uma forma que a cliente entre no salão e passe por elas. E como, na maioria dos casos, a cliente tem pressa, a área principal foi elaborada de uma forma que a mulher possa cuidar dos cabelos e fazer as unhas e, se desejar, até almoçar ao mesmo tempo.

Portal: Os homens estão, a cada dia, frequentando cada vez mais salões de beleza. O Torriton oferece serviços para eles?

Maria Lucia: Com certeza! Temos profissionais voltados para cuidar da beleza masculina. A função de barbeiro, tão tradicional no passado, está acabando. E uma coisa que observamos é que os homens, ao contrário do que se pensa, gostam de estar em contato com as mulheres no salão, sobretudo os mais novos. Então não limitamos que eles fiquem separados.