Cada faixa etária pele tipos diferentes de cuidados com a peleUm make-up arrasador sempre chama a atenção, certo? Mas, mais do que isso é importante que o profissional conheça o tipo de pele de cada cliente e entenda como em cada faixa etária ela tem necessidades diferentes. Para entender mais do assunto, aumentar seu conhecimento e dar dicas preciosas às mulheres que sentarem na sua cadeira, Karoline Pellacani, farmacêutica da ADCOS, dá algumas dicas e indica alguns produtos que não poderão faltar em cada fase da vida.

Dos 15 aos 20 anos
A pele está em seu auge nesta idade. Os problemas hormonais da adolescência vão ficando para trás e as glândulas de óleo, que hidratam e dão firmeza à pele estão funcionando a todo vapor. As células da pele contêm fortes ligações de colágeno e elastina, que asseguram a firmeza e o brilho da pele. Nesta idade a pele se apresenta no auge de sua vitalidade, com viço e luminosidade, além de firmeza e contornos bem definidos. É indicada a limpeza de pele regular, realizada por profissional especializado e a escolha de produtos hidratantes e antioxidantes de acordo com o seu tipo de pele.

Dos 25 aos 30 anos
A produção de óleos diminui, e linhas de expressão finas e "pés de galinha" podem começar a aparecer. O colágeno e a elastina começam a diminuir, e veias quebradas podem aparecer na forma de pontinhas vermelhas minúsculas. A pele também tende a estar mais sujeita a mudanças hormonais nessa idade. Portanto, quando a mulher acha que se livrou da puberdade, a acne adulta entra em cena. Os primeiros sinais visíveis de envelhecimento surgem nesta fase. As células da pele começam a diminuir suas atividades, gerando o aparecimento de linhas de expressão e redução da hidratação. São necessários produtos com ação hidratante e com propriedades na redução de rugas e linhas de expressão, o que inclui ativos com efeito “botox-like” e que estimulem as funções das células. Como exemplo desta atividade temos os fatores de crescimento e peptídeos. Os primeiros tratamentos antiaging com profissionais são indicados para potencializar os resultados.

Dos 35 aos 45 anos
As mudanças na pele podem se tornar mais evidentes agora conforme se aproxima da menopausa. A pele fica visivelmente mais seca e começa a perder parte da tonalidade e elasticidade. Linhas mais profundas podem se formar em torno da boca e dos olhos e a sensibilidade aumenta. Nesta idade, é mais difícil a pele reter a umidade, e a tonalidade poderá aparecer menos uniforme. Algumas mulheres reparam que sua pele não se recupera tão bem quanto no passado.

Dos 45 anos em diante
A pele começa a mostrar seu 'caráter' conforme os danos acumulados no decorrer da vida se tornam visíveis. Conforme a mulher entra na menopausa, os níveis de estrogênio e progesterona caem de maneira significativa, e o resultado é uma pele mais fina e frágil. Poderá detectar mais rugas, uma descoloração irregular e uma tonalidade mais pálida da pele. Ao atingir a maturidade, as linhas de expressão são evidenciadas em rugas estáticas, e os sinais de flacidez começam a ser visualizados. Ocorre uma redução na capacidade de renovação celular que evidencia uma pele mais espessa, sem brilho e desvitalizada. Nesta fase, os produtos devem oferecer múltiplas atividades a fim de atender às várias necessidades apresentadas como melhora da flacidez, preenchimento das rugas evidentes, hidratação e melhora do relevo cutâneo. Mais uma vez, a realização de sessões para revitalização com profissionais propiciará resultados ainda mais evidentes. Como sugestão, vale optar por peelings para aumentar a receptividade dos ativos. Os produtos dedicados para peles com este grau de envelhecimento necessitam de hidratação intensiva, ativos anti-rugas que preenchem de dentro para fora e fito-hormônios para devolver a vitalidade e jovialidade da pele. Sessões de revitalização com massagem estimulante e produtos lipossomados oferecem ótimos resultados.