Causadas por estresse, cansaço físico, emocional, genética, alterações hormonais, TPM ou noites mal dormidas, as olheiras acabam com o visual de qualquer mulher. A maquiagem pode até disfarçar o problema, mas cabe ao profissional ajudar a cliente a encontrar a melhor solução para o mal.

As olheiras surgem decorrentes de um depósito de melanina (pigmento escuro), a partir da dilatação de vasos sanguíneos ou congestão vascular, como os médicos costumam designar, e podem surgir por exposição ao sol, má alimentação entre tanto outros fatores, inclusive genético. Aliás, “se a causa for genética é mais difícil de tratar e com o passar do tempo a tendência é ficar ainda mais escura, enquanto que nos demais casos elas diminuem automaticamente ao organismo estar descansado e, com a ajuda da cosmetologia, este processo de clareamento pode ser ainda mais rápido”, declara o cosmetólogo master em dermofarmácia e tecnologia de cosméticos, Marcelo Schulman.

Abaixo, seguem alguns tipos de olheiras e dicas do especialista para atenuar cada tipo de olheira:

Casuais
Ao chorar, normalmente, a região dos olhos incha e fica vermelha. Isto porque é feito um esforço que dilata os vasos sanguíneos desta região. E é assim ao dormir mal, em situações de cansaço intenso etc.

Solução: Dormir bem e realizar algumas compressas com ativos de propriedade calmante como loções à base de extrato de alface e extrato de melissa.

Olheiras insistentes
Estas são mais difíceis de tratar, pois normalmente estão associadas à má alimentação, ao estresse, consumo de álcool e/ ou cigarro.

Solução: Neste caso, algumas mudanças de hábitos como evitar bebida e cigarro resolve significativamente o problema. Associando o uso diário de cosméticos formulado com ativos de propriedades clareadoras e revitalizantes como coenzima Q-10, asafetida, Biomin aqua cinque e Biodynes, o resultado pode ser ainda mais rápido.


Olheiras crônicas
Mais comuns em pessoas de pele morena, podem acumular melanina na área dos olhos, formando olheiras em tons acastanhados, destacando que quando a pessoa vai ficando mais velha, a tendência é o agravamento do problema.

Solução: Para esses casos, alguns recursos mais intensos dão melhor resultado, e é possível amenizar o problema com peelings químicos à base de ácido retinóico ou glicólico feitos por dermatologistas ou profissionais de estética, estes devidamente qualificados. Produtos cosméticos enriquecidos com ativos despigmentantes e clareadores como isoflavonas e extrato de alcaçuz, além de filtro solar, complementam os cuidados, mas devem ser usados somente com prescrição médica e/ ou acompanhamento de um profissional de estética altamente qualificado.

Pequenas bolsas
Além das olheiras que escurecem a área dos olhos, tem ainda aquelas que parecem pequenas bolsas, formadas pelo acúmulo de gordura ou líquidos embaixo dos olhos.

Solução: Neste caso também, o uso de cosméticos e algumas manobras de massagem suaves na região, com algum creme específico para cuidar da área dos olhos pode promover drenagem linfática na área e consequente desinchaço.