A psicologia e os negócios estão mais ligados do que parecemPara ser considerado um vencedor do ‘mundo dos negócios’ é preciso muito mais do que boas ideias e dinheiro: é preciso saber jogar com o emocional e ser uma pessoa positiva.

João Alexandre Borba, psicólogo e coach, comenta que existem algumas “regrinhas” que fazem com que as empresas tenham sucesso. “Se você prestar a atenção nas instituições mais valiosas do mundo, perceberá que todas elas possuem algumas características em comum – e mesmo que a sua empresa seja de porte médio ou pequeno, você pode reproduzi-las de acordo com a sua demanda”, comenta o especialista.

Uma das características que Borba destaca é a utilização das cores. A forma como as pessoas enxergam e interpretam as cores apresenta um papel um papel fundamental no comportamento de um cliente, seja quando ele visita sua loja física ou o próprio site. “A cor certa, quando usada de maneira adequada, desperta determinados sentimentos nos clientes. O azul, por exemplo, tem um efeito calmante, que promove a confiança -  por isso, pode perceber, é muito utilizado no logotipo de várias empresas, por passar um sentimento de honestidade. Já o amarelo é associado com a fome, algo que abre o apetite – ou seja, é muito utilizado por supermercados e restaurantes. Esses são apenas dois exemplos, mas todas as cores exercem alguma influência no comportamento humano”, exalta Borba, que complementa: “o ideal é contar com algum especialista na área, que saiba como utilizar bem essas características a seu favor”.

Outro ponto defendido por Borba para que o sucesso seja alcançado, é o princípio da familiaridade, ou seja, “se uma pessoa é exposta a algum objeto ou idéia com regularidade, ela criará sentimentos de familiaridade com o produto apresentado – e isso será transformado, eventualmente, em um sentimento de positividade”, comenta Borba. Ou seja, resumidamente isso significa que quanto mais as pessoas forem expostas a algo, maior a chance de que, no futuro, elas tenham uma boa impressão sobre essa coisa.

Para utilizar esse princípio na sua empresa, uma das dicas é encontrar um lugar de destaque em seu site – e colocar ali o seu logotipo. “Se você ainda não tem uma logo pronta, use esse método na hora de criá-la: basta usar formas e objetos facilmente reconhecíveis, isso facilitará a aprovação e reconhecimento dela”, explica.

Mas não acaba por aí. “Outras atitudes que muitas pessoas levam em consideração é a sensação de sentirem-se exclusivas e o maior valor que dão ao conquistarem algo que deu mais trabalho. Uma forma para aplicar isso ao seu negócio é limitar a oferta de um determinado produto no seu lançamento, por exemplo. Assim, os clientes que passarem bastante tempo na fila irão valorizar ainda mais a nova aquisição – ou seja: eles se esforçaram e serão, de certa forma, recompensados com produtos ou descontos exclusivos” conclui Borba.

Mais informações:

João Alexandre Borba
21 9.9804-2805
https://www.facebook.com/joaoalexandre.c.borba