Profissionais auxiliam na hora de abrir seu negócio

Nunca foram abertas tantas empresas no Brasil. Segundo dados do Indicador Serasa Experian de Nascimento de empresas, só em 2013 foram criados 1.840.187 novos negócios no país, número que representa um aumento de 8,8%, na comparação com o total de novos empreendimentos registrado durante todo o ano de 2012 (1.690.760). Ainda segundo o estudo 68,2% do total de empresas criadas são comandadas por Microempreendedores Individuais (MEIs) - e esses são números que só tendem a crescer.

Porém, criar uma empresa do zero nunca é fácil, afinal, antes de colocar em prática aquilo que está no papel, é preciso ter boas ideias, bom planejamento, definição de público alvo, de concorrência, estudo do mercado, etc. Enfim, uma infinidade de itens devem ser avaliados para que a empresa permaneça aberta por pelo menos dois anos e espante os dados alarmantes do IBGE, que aponta que quatro em cada dez novas empresas fecham as portas após dois anos.

E é exatamente para evitar esse tipo de prejuízo que existem agências voltadas para o atendimento de empresas que precisam esclarecer seu nicho de mercado. A Publicidade Popular é uma delas, já que cada vez mais os micro e pequenos empreendedores entendem a importância de um bom planejamento de marketing e modelo de negócio para obter sucesso no mercado.

Jonathan Souza, um dos sócios da agência, comenta sobre um case que atendeu há pouco tempo – e mostra como as reuniões com a cliente se transformaram em algo positivo para ela – e para a Publicidade Popular, afinal, é um case de sucesso:

“A cliente inicialmente contratou o serviço de Marketing/Modelo de negócio, o qual realizamos quatro encontros com ela para discutir seu posicionamento de mercado e modelo de negócio que ajudaríamos a construir e desenvolver estratégias, mudanças e ações para compor melhor o seu negócio – ou até mesmo criá-lo.

A cliente tinha como intuito lançar uma empresa no mercado que presta serviços das mais diversas áreas como limpeza, passeio com pets, limpador de piscina, cozinheira, etc. Realizamos a construção de um modelo de negócio para verificar a viabilidade do negócio, sempre levando em consideração o mercado de atuação, e em conjunto com o cliente chegamos a algumas conclusões interessantes como: a competitividade do mercado era grande, o esforço de mão de obra terceirizada era complexa, a tarifação dos serviços prestados tinha alto risco de perda. Após este diagnostico, a cliente repensou e voltou para a última reunião com novas ideias para serem validades por nós.

Estas ideias eram a criação de duas empresas focadas em áreas especificas e distintas, sendo a primeira empresa um serviço inovador de bolos por assinatura e a outra baseada na gastronomia para eventos. Nós validamos as ideias, direcionamos o modelo de negócio para estas duas áreas de atuação e partimos para as próximas etapas: a criação da identidade visual destas duas empresas e seus respectivos sites.

Graças às inúmeras discussões construtivas e metodologia que usamos, foi possível redirecionar seus pensamentos e partir para algo novo e com maior probabilidade de sucesso”, expõe Souza, que relembra a importância de contar com uma agência especializada no assunto na hora de abrir um negócio. “Sim, é um investimento – mas um investimento que no fim se paga. É melhor investir bem no começo e ter uma empresa que dure, do que fazer as coisas sem pesquisa prévia e morrer na praia com poucos anos de empresa”, conclui.

Para saber mais sobre o marketing/modelo de negócio, acesse: http://www.publicidadepopular.com.br