Se aventurar em misturas muitas vezes exigidas pelas próprias clientes que buscam um look original pode resultar em cabelos manchados. Pensando nisso, Alejandro Valente, cabeleireiro paranaense e ganhador da 8° edição do Campeonato Hair Brasil, ensinou, em um workshop realizado no dia 27, os conceitos básicos e dicas de reversão química.

Alejandro Valente ministra workshop de Colorimetria CorretivaPrimárias e secundárias

Uma boa lição para quem executa o procedimento nos salões é destacar, por meio do desenho de uma estrela, quais são as cores principais e as possíveis combinações. “Por meio deste simples guia fica mais fácil entender até que ponto os cabelos devem ser descoloridos e como proceder em pequenos deslizes na hora de neutralizar os fios”, destaca Alejandro.

Alejandro Valente em workshop de Colorimetria Corretiva esclarece dúvidasA base da figura é composta por um triângulo, em que cada ponta corresponde, respectivamente, às cores básicas, amarelo, vermelho e azul. Em seguida, para completar a representação, um segundo triângulo invertido incorpora as cores verde, laranja e violeta, resultado da mescla das nuances primárias. “Partindo desta premissa, conseguimos definir quais são os tons que neutralizam madeixas despigmentadas e as cores quentes e frias”, explica o cabeleireiro.

Além disso, com base no mesmo símbolo é possível identificar o fundo de clareamento de cada nuance. “Um bom exemplo desta característica são as madeixas pretas, que, sem exceção, têm a cor azul como predominante ao serem clareadas”, diz. E emenda: "Não há variações muito dispersas para atingir este passo. O único aspecto influenciador será o tipo de produto e quantidade utilizada".

Intensa, natural e maquiada

Quando o assunto é colorimetria, ter conhecimento do significado dos principais procedimentos é fundamental. Alejandro aproveitou a oportunidade para tirar algumas dúvidas: “A tonalização oferece reflexos aos fios, a neutralização tira o reflexo e dá naturalidade, e aAlejandro Valente ministra workshop de Colorimetria Corretiva matização mascara a cor-base do trabalho”, diz.

Em clientes de cabelos escuros ou vermelhos que desejam ficar loiras, o ideal é atingir o amarelo, ponto máximo da descoloração, e, posteriormente, utilizar a técnica de neutralização. “Neste caso, para retirar o tom quente, fazer o uso das cores antagônicas, como o violeta, o verde e o azul, trarão um resultado próximo ao platinum”, finaliza o cabeleireiro. 

E vale lembrar que Alejandro Valente será uma das atrações do Palco das Américas, no BSG World Festival!

E confira também:

Jô Nascimento ensina como escolher curso de aprimoramento no exterior