Como manter a saúde dos cabelos com a escova progressiva
O cabeleireiro Augusto Moraes, do Instituto GA.MA Italy, dá dicas sobre os maiores segredos de manutenção da saúde e beleza dos fios que consistem no uso correto da prancha, durante o processo da escova progressiva feita no salão. Veja abaixo dicas espertas para quem realiza periodicamente este tratamento químico:

Durante processos químicos, é recomendado o uso de pranchas com patins revestidos de cerâmica, o que garante temperatura constante e evita, assim, danificar o cabelo. “As pranchas ideais são aquelas que atingem temperatura constante, tornando o processo ágil e eficaz”, explica o profissional. “Precisamos lembrar que o calor transmitido pelo aparelho é essencial para selar a cutícula dos fios e fixar o produto usado para alisar o cabelo.”

Outro requisito importante de pranchas e secadores é a emissão de ondas infravermelhas, que retiram toxinas do interior dos cabelos e ajudam na fixação do produto utilizado na escova progressiva. Já para a modelagem em casa, durante o período de manutenção da progressiva, o profissional indica que se escolha uma prancha que emita íons negativos, que impossibilita a perda de nutrientes dos cabelos.

O manuseio do aparelho durante o processo químico no salão também é importante e deve obedecer às recomendações de cada produto químico. “Existe um número de vezes estipulado para pranchar a mecha, que varia conforme o produto usado”, ensina Augusto Moraes. Já em casa, é essencial nunca parar a prancha em um mesmo lugar, para não ressecar os fios e nem marcá-los.