Formulações com substâncias não convencionais estão em alta na formulação de produtos direcionados aos cuidados com a pele. Segundo o professor de Cosmetologia e diretor da Consulfarma, Maurício Pupo, o uso de produtos e tratamentos à base de ativos naturais exóticos estão crescendo significativamente no mundo todo, respaldados por pesquisas e estudos científicos.

Veja abaixo, alguns exemplos destas substâncias:

Foto 01Bambu: o peeling suave de verão
Muitas pessoas podem não acreditar, mas até o bambu fornece substâncias dermocosméticas. Atualmente, há no mercado o peeling de bambu, que promove uma esfoliação mais suave em relação aos demais tipos. Esta novidade é indicada para as pessoas com peles sensíveis, que não podem realizar outros peelings. Além disso, combate a oleosidade e, consequentemente, a acne.

Caviar: luxo e sofisticação na nutrição da pele
O caviar não é somente um alimento de luxo. É usado também no combate às rugas, na forma de creme. Trata-se de uma substância ótima para hidratação e nutrição intensa da pele, que estimula a produção de colágeno e elastina. Isso se deve ao fato de o caviar possuir glucídeos, proptídeos e lipídeos, que hidratam e nutrem a pele. Proveniente das ovas de um peixe de nome esturjão, o caviar é associado a altos preços e máxima qualidade.

Romã: a fruta que protege a peleFoto 02
A fruta, popular desde os tempos bíblicos, mostrou ser um alimento completo. Proveniente da região do Mediterrâneo, esta fruta também faz um peeling suave e eficaz. Além disso, um estudo publicado no periódico americano Journal of Ethnopharmacology, mostrou que quando as células da pele foram expostas a quantidades determinadas do extrato de Romã, ocorreu uma proteção contra as radiações solares que causam o envelhecimento da pele.

Chicória: o bronzeador que não faz mal
Uma das verduras com maior antipatia (principalmente das crianças) é a chicória, que é matéria-prima para o Quicksun™, um autobronzeador de eficácia comprovada, quando associado à folha da marapuama (indicados para peles fototipos I e II) e à folha da gymnema (peles fototipos III e IV). A fórmula foi concebida pela empresa francesa BASF. Basta aplicar, que a coloração já fica aparente após um minuto.Nos testes realizados pelo fabricante, houve um grande aumento da pigmentação bronzeada na pele, o que reduziu em 73% o uso de câmaras de bronzeamento artificial, conhecidas como fontes de raios ultravioleta, nocivos à pele.

Água Mãe: riqueza na cura e tratamento de doenças na pele
Muito comum na Grécia a na Turquia, a talassoterapia é um tratamento com dermocosméticos feitos com a água do Mar Morto, que possui sete vezes mais sais do que os demais mares e oceanos. Um produto recém-lançado no mercado brasileiro possui características semelhantes: a água mãe. Seus benefícios são diversos. Por ser anti-inflamatória, ela ajuda na cicatrização de ferimentos, melhora a circulação da pele e elimina toxinas. Segundo recente estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Kiel, na Alemanha, a água mãe ajuda também no combate da psoríase (uma doença caracterizada por lesões vermelhas e descamação na pele, frequente nos cotovelos e joelhos). A água mãe deve agradar em cheio às mulheres, pois combate a celulite e a acne, podendo também ser indicada para produtos pós-peeling e pós-sol.