“Um sonho se transformando em realidade. Profissionais de alto nível apresentando as principais tendências da coiffure. Inove, adapte, traga jovens para o seu salão de beleza. E para isso, é necessário inovação. Comece a inovar agora”. Com esse discurso, Silvio Mascarenhas, diretor-presidente da BSG, abriu oficialmente o primeiro dia de shows do Creative Color International, em 5 de junho.

Modelos do hairstylist argentino Fabian Alvarez, um dos profissionais que se apresentaram na primeira noite do Creative Color International 2011

Atração do BSG World Festival, o Creative Color é o único evento com conteúdo técnico que traz ao Brasil as mais importantes academias internacionais para apresentar seus trabalhos. Nesse ano, estavam representados países como México, Argentina, Inglaterra, Espanha e Brasil. Nesse ano, Saco Hair e Mikel Luzea também vão apresentar no Alternative Hair Show, um dos principais eventos da coiffure mundial, as coleções que mostraram em primeira mão no Brasil.

Confira os destaques da primeira noite de show.

Mikel Luzea
Muita assimetria com organização e estilização. Assim foi a primeira parte da apresentação do espanhol Mikel Luzea, presidente do Club Figaro, que contou com cortes curtos bem comerciais, lisos, crespos e com diferentes franjas.

No desfile, houve cores para todos os gostos: castanho-avermelhado, marrom-acobreado, loiro, preto... Tudo com muito brilho e primando pelo cabelo saudável. Como destaques, o undercut – que está super na moda – surpreendeu, junto com a a franja curta, que é tendência e está sendo usada por celebridades.

A segunda parte do show foi a coleção HEX, apresentada em primeira mão no BSG World Festival. Nela, foram vistos lindos penteados de passarela que primavam pelo formato triangular. Nos figurinos, muito látex.

Fabian Alverez
O argentino, que é membro da Intercoiffure Mondial e embaixador da L´Oréal se inspirou nos efeitos colaterais das guerras para criar uma coleção urbana e atual.

Para que não consegue escolher entre uma tendência e outra, ele apresentou no palco um penteado que usa coque, franja, trança e tule. Nos cortes, um mix de décadas mostrou duas versões do clássico Chanel uma tradicional e outro estilizada.

A make-up, carregada nos tons pretos, contrastava com as cores dos cabelos, na maioria escuras, mas sempre com um toque de arte, principalmente na franja: elas vinham com a cor diferente dos cabelos, com mechas horizontais ou com um efeito tribal.

Aduho
O renomado grupo de salões espanhol, comandado pelas irmãs Alvarez, apresentou a coleção Remember, com apanhado das melhores tendências criadas pelo grupo em sete anos de existência.

Os cortes exploram bastante as texturas dos cabelos, e o show tem inspiração no glamour e no luxo do Moulin Rouge. Há grandes volumes, com fios frisados, lisos com franjas bem marcadas, mechas e ondas suntuosas.

Como o Aduho possui uma empresa chamada Kódigo 4, que comercializa extensões de cabelos, estas também se fazem presentes, para realçar o movimento dos fios. Esta é uma das marcas mais fortes do trabalho do grupo, e salta aos olhos do público quando vêem uma apresentação.

Michael Van Clarke
Niki Moores e Tassilia Varda representaram o time artístico da rede apresentou a coleção Lux Tribal, que poderia facilmente ter saído de umas das mais importantes passarelas de moda internacionais.

As maquiagens foram inspiradas nas multicores das tribos, enquanto os penteados receberam topos altos onde ficou clara a característica principal da marca Van Clarke: o luxo e a sensualidade. Nas técnicas, foram priorizadas a definição de texturas que criassem movimento no cabelo.

No figurino, ficou clara à referência do color block. “Achamos que é uma tendência forte e tem tudo a ver com a coleção”, disse Tassilia.

Veja tudo o que aocnteceu na segunda noite do Creative Color International 2011

E confira também:

Especial Passarela BSG World: 16 equipes de hairstylists juntos para apresentar suas criações

Palco das Américas: penteados comerciais, nós e tranças e looks altos foram apresentados