Depilação total é a queridinha das mulheres

Uma pesquisa americana sobre depilação íntima mostrou que o método traz mais autoestima e sensualidade para a ala feminina. No Brasil, não é de hoje que essa moda pegou. Nos salões e nas clínicas estéticas, a depilação total da região íntima é a mais procurada. Porém, alguns cuidados devem ser tomados. O primeiro está na do método. Para Lucienne Souza, esteticista do Spa da Pele, todos podem ser utilizados, porém, alguns detalhes precisam de observação.

Lâmina

É a maneira mais rápida e barata de depilar a região. Porém, pode acarretar cortes e irritações da pele. Além disso, o intervalo de duração entre uma depilação e outra é pequeno, cerca de 2 dias. Essa é uma vantagem para as mais tímidas que não querem ir ao salão.

Cuidados que precisam ser tomados:

É necessário escolher uma lâmina nova. O procedimento pode ser feito no banho. Para começar, deve-se passar um creme de depilação específico para o tipo de pele, depois começar a raspar no sentido contrário dos pelos (quem tem propensão aos pelos encravados, raspar na direção de crescimento). Quando acabar, é só lavar o local e aplicar um óleo de bebê para hidratar e deixar a pele lisinha.

Cremes

É a técnica mais utilizada por quem não quer sentir dor. Mas é preciso testar o produto antes, e se possível, comprar cremes específicos para a região pubiana. Mas, assim como a lâmina, os pelos começam a crescer rapidamente, praticamente no dia seguinte à aplicação.

Para aumentar o intervalo de depilação:

Como a depilação feita pela lâmina, os pelos começam a aparecer novamente em dois dias. O que vai fazer com que a pessoa precise repetir todo o procedimento.

Laser e métodos definitivos de depilação

É  preciso tomar muito cuidado e ter certeza de que nunca mais vai querer ter pelos na região. Isso porque nunca se sabe como a moda estará daqui 20 anos. O ideal é fazer uma depilação parcial, conhecida como cavada, e escolher outro método para realizar a total com os pelos que sobram.

Ceras

São as mais recomendadas, pois são menos agressivos que as lâminas e o intervalo entre uma sessão e outra é maior, de aproximadamente quinze dias. Escolher um produto que possui propriedades calmantes à pele, como camomila ou maracujá, é o ideal. Quem tem medo da dor pode começar com a depilação cavada e ir aumentando nas próximas sessões.

Cuidados que precisam ser tomados:

Fique atenta aos produtos utilizados e aos cuidados com a higiene. Nunca reaproveite a cera, que pode transmitir inúmeras doenças e bactérias. Nesse método, há diversos produtos com ativos especiais, como:

Cera quente Maracujá: desenvolvida para a pele delicada e pelos finos. Por possuir extrato da semente de maracujá, acalma e hidrata a pele imediatamente.

Cera quente Mel e Própolis: para quem tem propensão a pelos encravados. Os ativos ajudam a hidratar, além de terem ações antiinflamatória e secativa.

Cera quente Algas Marinhas: ideal para as mulheres que tem o pelo mais grosso. Os ativos da alga são mineralizantes, que auxiliam na regeneração da pele.

Depois de escolher qual a melhor maneira de entrar nessa moda de depilação total ainda é preciso mais um cuidado essencial. Os médicos afirmam que os pelos são responsáveis por manter a temperatura e o PH da pele equilibrados. Por isso, aconselham o uso de sabonetes íntimos para que eles possam equilibrar a região íntima.

 

Mais informações:
(44) 3236 1007
www.spadapele.ind.br