Passo progressivaA ditadura da beleza faz exigências cada vez maiores - e as mulheres são as mais cobradas pelo mercado da aparência. Neste contexto, os cabelos merecem atenção especial e não faltam opções para deixar os fios mais saudáveis e bonitos. O problema é que, por falta de informação, muita gente acaba prejudicando a saúde na tentativa de conseguir madeixas mais lisas e fáceis de pentear.

Não são poucos os casos nos quais a escova progressiva, técnica queridinha nos salões de beleza, é colocada como vilã. De fato, os noticiários mostram mulheres que tiveram queda de cabelo, queimaduras no couro cabelo e até morreram por conta da aplicação errada do tratamento. Mas, se há muito mais pessoas satisfeitas do que problemas, como garantir cabelos mais lisos com saúde?

Para responder as dúvidas de quem quer experimentar os efeitos da escova progressiva sem riscos, o gerente de desenvolvimento de produtos da Doux Clair, marca fabricante de cosméticos para cabelos, Filipo Saliba, responde sete mitos e verdades que vão esclarecer de vez qualquer mal entendido.

Escova progressiva só alisa se tiver formol
Mito. Hoje existem outros princípios ativos que substituem o formol, como os silicones, que evoluíram muito. Logo, conseguimos obter o mesmo resultado sem agredir o couro cabeludo nem arriscar a saúde. Exemplo: O silicone stylize repele a água, o que aumenta a durabilidade das escovas e mantém a forma lisa por mais tempo. E vale lembrar que a comercialização do formol em salões de beleza é proibida pela Anvisa e o descumprimento desta medida é classificada como infração sanitária, a ser repreendida civil e penalmente.

Toda escova progressiva causa danos ao cabelo
Mito. A forma mais moderna de fazer o tratamento são as escovas com base de silicone, mas um cuidado deve ser mantido: é preciso fazer o teste alérgico antes de aplicar a técnica.

Cabelos coloridos não podem ser submetidos à escova progressiva
Mito. Todos os cabelos podem receber o tratamento, inclusive os descoloridos. O cuidado deve ser apenas para as reações químicas entre as colorações e o cloro, usado em piscinas, por exemplo. Pessoas que fazem natação precisam de atenção redobrada antes de colorir ou descolorir.

A escova progressiva não é um procedimento saudável para o cabelo
Mito. Pelo contrário, a técnica pode esconder um dano que já existia antes da aplicação da escova. Hoje, a progressiva é muito usada para tratar e melhorar o aspecto de cabelos danificados, tanto no sentido estético quanto no sensorial.

Quem faz escova progressiva precisa hidratar sempre os fios
Verdade. Sempre existe a necessidade de fazer uma boa hidratação semanal nos cabelos, com ou sem escova progressiva. Os fios possuem uma camada hídrica que os mantém sedosos e com balanço, e ela precisa ser reposta com frequência.

O efeito da escova progressiva é sempre muito artificial
Depende. Há casos em que realmente o resultado fica visivelmente alisado, mas as escovas a base de silicone são um aspecto super natural às madeixas.

Mulheres que têm cabelo virgem não devem fazer escova progressiva
Mito. Não há qualquer problema. Neste caso, podemos até recomendar, em vez de fazer apenas a progressiva, que a mulher faça a escova definitiva, á que os fios têm uma estrutura mais forte, o que pode diminui a durabilidade da progressiva.