Segundo dados da Associação Internacional de Tricologia, 50% dos homens brasileiros são calvos. Essa informação é condizente com os estudos da Sociedade Brasileira para Estudos do Cabelo, que afirma que 42 milhões de homens – ou mais da metade da população masculina brasileira – sofrem com a falta de cabelos. É da Sociedade Brasileira também que vem outro dado alarmante: uma em cada quatro mulheres tem algum tipo de calvície. Os estudos não levam em conta pacientes de quimioterapia, que perdem seus cabelos por um período determinado pelo tratamento.

Com tantas pessoas enfrentando a calvície em seus mais variados níveis, surge uma oportunidade simples, rápida e eficiente: a aplicação de próteses por meio de implantes não-invasivos. “A técnica permite que, em apenas uma hora, seja aplicada uma prótese perfeita, que nem de longe se parece com as antigas perucas”, comenta Norberto Levin, diretor da G.I.C. International Hair.

Entenda o que são próteses capilares não-cirúrgicas

Norberto Levin explica que as próteses modernas são feitas uma a uma, com técnica de aplicação de cabelo humano fio a fio. As próteses são compostas por uma base de pele sintética hipoalergênica, na qual é implantado o cabelo natural. Feita de um polímero desenvolvido com exclusividade, essa base, chamada de “micro skin”, tem textura semelhante à pele humana e adapta-se perfeitamente ao formato e à temperatura do couro cabeludo. Por isso, não causa o menor problema com o uso, mesmo nos dias mais quentes.

Feita de maneira personalizada, após análise e diagnóstico da área de cobertura – que pode ser parcial ou total – a prótese capilar substitui os cabelos com iguais características: a espessura dos fios e a cor, incluindo fios grisalhos, são escolhidas e aplicadas de forma a oferecer aspecto o mais natural possível. Portadores de alopecia também encontram próteses para a região das sobrancelhas. O usuário da prótese capilar não precisa modificar seu estilo de vida. “Ele pode continuar sua prática de natação, futebol, tênis, esportes náuticos e até esportes radicais. Vida normal”, diz.

As próteses são indicadas para adultos e crianças, tanto para aqueles que perdem definitivamente seus cabelos quanto para os que passam por problemas momentâneos, como tratamentos quimioterápicos que levam à queda. O interessante é que o G.I.C.. Internacional Hair possui um grande estoque de próteses, sendo bastante comum o cliente não precisar esperar por uma encomenda.

O atendimento da G.I.C. International Hair é personalizado e discreto. “A partir de uma consulta gratuita com seus profissionais, o cliente passa por um diagnóstico no qual será avaliada sua real necessidade”, garante o empresário. Todos os produtos utilizados, incluindo os de fixação, estão autorizados pela Anvisa.

Manutenção - A prótese capilar exige manutenção periódica. O crescimento do cabelo dita a necessidade de ajustes e cuidados profissionais. “Em média, os clientes retornam a cada três ou quatro semanas”, explica Levin, lembrando que há clientes que visitam semanalmente a G.I.C. International Hair.

Mesmo diante de tantas vantagens, a inevitável comparação com a peruca acontece, mas desfavorece completamente este tipo de recurso. Quem explica é o cabeleireiro Edmilson Groppo, sócio de Levin na unidade G.I.C. International Hair localizada na região da avenida Luis Carlos Berrini, no Brooklin. “Uma peruca é constituída de cabelos muitas vezes sintéticos, colocados em tufos numa base de tela, sem nenhuma segurança em sua fixação. A prótese, ao contrário, é uma película finíssima desenvolvida com tecnologia de última geração, na qual a implantação de cabelos naturais é feita fio a fio. Além disso, sua aplicação ao couro cabeludo dá um aspecto absolutamente natural, com conforto e segurança que permitem todo tipo de movimento”.

Cursos para quem quer ser profissional em prótese capilar na G.I.C. e também na Beauty Fair

Já existe, em São Paulo, dois centros especializados da G.I.C.. International Hair, localizados na Alameda Santos e na Avenida Luiz Carlos Berrini. Na unidade da Alameda Santos, funciona o Centro Técnico, no qual são ministrados cursos para quem deseja trabalhar com o método. Cursos regionais também são realizados, a exemplo do que será ministrado no Nordeste do Brasil em meados de agosto.
O próximo passo é capacitar os cabeleireiros e profissionais da estética em eventos que reúnem tais profissionais. A primeira experiência do G.I.C.. International Hair em oferecer o curso durante um evento será durante os quatro dias da Beauty Fair, em São Paulo (de 29 de agosto a 1º de setembro). Os profissionais técnicos da empresa oferecerão aos participantes o curso completo, que tem oito horas de duração. Os alunos assistem a uma aula de colocação e manutenção. Aprenderão, ainda, a tirar moldagem da área calva e a cortar a peça (prótese). O curso é complementado pelo “Kit Prótese”, que inclui não só a prótese, mas também, o material necessário para fazer a manutenção durante seis meses; apostilas e um DVD que esclarece dúvidas sobre todos os procedimentos relacionados à técnica. Quem passa pelo treinamento torna-se capaz de oferecer um serviço diferenciado e bastante valorizado pelo mercado.

O G.I.C.. International Hair também realizará apresentações ao vivo durante todo o evento. “É um modo de mostrarmos o quão natural é o resultado e o quanto podemos contribuir para a melhora da autoestima das pessoas que recuperam seus cabelos por meio da prótese”, completa Levin.

Inscrições: (11) 3141-0736 / 3142-9663