Dando continuidade ao treinamento e seleção de alunos do curso Master Hair Designer para os cargos de monitores da BSG.U Academy Campinas, John Santilli, ofereceu, no último dia 17, uma aula sobre estilos de corte, formatos do corpo e atividades da mente humana no ensino para cabeleireiros.

.

O cabelo ideal para cada tipo de corpo

Ao contrário do que muitos hairstylists pensam sobre consultoria de imagem, na visão de Santilli, esta deve se estender a todo o corpo, e não somente à análise das expressões e formas faciais: “Quando ensinamos um profissional a realizar um corte longo, recomenda-se salientar que, dependendo do comprimento dos fios, um ponto de visão fica em evidência”. Para exemplificar, o hairstylist apresentou cortes compatíveis com pessoas que têm um corpo com mais ou menos curvas. Segundo ele, cabelos com pontas retas e altura variável entre os ombros e o meio das costas, favorecem as mais longilíneas, enquanto cortes com pontas em “v” são indicados para as pessoas mais magras. “Outro ponto a ser observado é a altura dos fios na região frontal. Quando as pontas estão mais arredondadas em direção à face, o ponto de visão será o tórax. No caso das madeixas ficarem mais longas nesta região, a visão é remetida para a parte de trás do corpo”, explica.

DCabeleireiro inglês exemplifica técnica em manequime excêntrico a conservador

“A personalidade dos clientes interfere, e muito, naquilo que o profissional deve aprender a oferecer”, afirma John Santilli quando o assunto é psicologia. Para o profissional, tanto os futuros monitores da academia quanto os alunos que estudarão com os mesmos devem aprender a destacar quais são os pontos fortes das pessoas que frequentam seus salões, visando serviços únicos e de alta qualidade.

Além disso, o hairstylist demonstrou como as pessoas podem se esconder em personagens. Por isso, cabe ao cabeleireiro se comunicar com seus clientes, conhecer o relacionamento de cada um deles com as pessoas e, principalmente, como este se vê. “Realizando uma pequena análise, por meio de um bate-papo, o profissional consegue apontar as características introvertidas ou extrovertidas dos clientes e sugerir o melhor corte ou coloração, baseado nos estilos avant-garde, clássico, conservador e excêntrico”, garante John.

UmO corte 'caixa' é uma das técnicas do Santilli Systema questão geométrica

Como parte do Santilli System, neste segundo dia de treinamento, o corte caixa foi a técnica ministrada. John Santilli demonstrou, por meio de desenhos, representações em isopor e em bonecas, como cerca de 20 cortes podem ser feitos seguindo uma única técnica. “Partindo de pontos definidos como essenciais é possível ousar e personalizar cada corte", finaliza.

Confira também:

Acompanhe o conteúdo da primeira aula do treinamento de John Santilli para a BSG.U Academy

Alunos do curso Master Hair Designer recebem diploma