Os cortes que estão bombando na Europa foram o tema da aula ministrada no dia 23 de novembro pelo premiado hairstylist espanhol Mikel Luzea, no curso Master Hair Design, da BSG.U Academy, em Campinas.

Mikel Luzea mostra cortes em alta na Europa no curso Master Hair Designer

O cabeleireiro, que é embaixador da BSG na Europa, ensinou para os 90 alunos presentes três propostas para serem adaptadas aos cabelos das brasileiras: longo, médio e curto. A primeira delas foi um corte longo em camadas. Em seguida, ele apresentou um cabelo chanel com a nuca curta e lateral um pouco mais longa na frente. Por último, o espanhol mostrou um corte curto e assimétrico.

Mikel também falou sobre a importância de montar uma tendência, sempre mostrando suas coleções e ressaltando quais foram suas inspirações para criá-las. Para demonstrar seu lado artístico, o hairstylist fez um passo a passo com um dos penteados da tendência Spirax. Confira as dicas do profissional para cada look.

Cabelo longo em camadas

Cabelo longo em camadasBastante comercial, o primeiro corte apresentado pelo espanhol é indicado para aquelas que desejam mudar o visual, mas não diminuir o comprimento. “As clientes pedem muito por ele em meu salão e é uma técnica muito fácil de aprender”, conta.

O corte deve começar pela nuca com uma divisão de orelha a orelha e seguir sempre a angulação da cabeça. Ou seja, o profissional deve sempre separar as seções em perpendicular ao caimento dos fios para um resultado perfeito.

Para saber se todas as camadas estão corretas, Mikel ensinou um truque: “Quando terminar de cortar, o cabelo deve formar a letra V. No final, se você colocar a cabeça do cliente para baixo, as pontas devem formar uma linha completamente reta”.

Cabelo chanel com as laterais mais longas

Embora ousado, esse look tem sido um dos mais populares nos salões da Europa e também do Brasil. Durante o passo a passo, Mikel salientou que este corte deve ter a angulação de 45º. O ideal é o cabeleireiro começar pela seção central.

Depois deve seguir para as laterais, sempre trazendo-as para trás para manter o comprimento. “Antes de seguir em frente, é preciso se assegurar que os dois lados estão iguais. Esse passo é essencial para a finalização”, indica.

Na parte frontal, o cabeleireiro realizou uma franja assimétrica e desfiada, utilizando uma navalha. “Nesse momento, é como se você estivesse desenhando mesmo. Cada movimento é certeiro”, explica.

Cabelo curto assimétrico

Indicado para mulheres despojadas e seguras de si, o look curtíssimo e assimétrico é uma opção ousada para as brasileiras, porém totalmente adaptável. Para realizar o corte, que lembra o da cantora Cabelo curto assimétricoVictoria Beckham, deve-se antes decidir qual o lado deve ser mais curto.

E engana-se quem pensa que esse corte é completamente assimétrico. “A base deve totalmente simétrica”, revela. Ao começar as laterais, o cabeleireiro precisa trazer para trás no momento do corte apenas aquele lado que ficará mais longo, sempre respeitando um ângulo entre 45º e 90º para dar movimento.

Para dar volume, Mikel avisa: “Gosto sempre de usar tesoura com dentes mais separados na região do topo, já que muitas mulheres têm os cabelos muito finos”.

Confira os assuntos que os outros experts abordaram no Master Hair Designer

Fabrizio Raimondo ensina passo a passo para criar uma tendência incrível

Mauricio Cid apresenta penteados vanguardistas

Master Hair Designer conquista alunos