Com toda sua expertise , Marina Honda arranca elogios em todos os trabalhos que realiza nos cabelos de suas clientes. Não foi diferente durante a aula que ministrou no curso Master Hair Designer, na BSG.U Academy Campinas. Com mais de 30 anos de profissão, a hairstylist ensinou aos estudantes quatro técnicas de penteados que os deixaram de olhos brilhando.

Marina Honda na BSG.U Academy

Atenção à base da estrutura

Clássico, o coque ainda permite uma variação impressionante de looksA primeira foi um coque muito prático e constantemente desejado pelas mulheres. Para construí-lo, Marina usou um enchimento na forma de bola para na base, e apontou aos presentes que este pode ser improvisado com uma bucha vegetal envolvida em uma redinha. Trata-se de uma releitura de um modelo muito copiado nos anos 1960, e que atualmente é cultuado por pessoas que gostam de reviver modas antigas e clássicas. Marina salientou ainda que o look permite uma infinidade de variedades, mas para o sucesso deles, deve-se dar uma atenção extra à base do penteado.

Um culto aos anos 1960

Como as versões sessentistas estão em alta, Marina também ensinou Inspirado em Marilyn Monroe, o penteado é feito todo com mechas torcidas e expandidasaos alunos um passo a passo à la Marilyn Monroe, onde um enchimento foi usado na nuca baixa, para garantir volume. Aqui, ela uniu um modelo consagrado à modernidade dos fios “despenteados”, o que resultou naquele efeito harmônico-imperfeito, que dão o tom nos cabelos atualmente. E fique ligado! Na semana que vem, aqui no Portal Cabeleireiros.com ensinaremos como fazer este look.

O segredo da finalização

Coque banana trançado, outra variante de um estilo clássicoSeguindo com a técnica das bases com enchimentos (outra dica para quem não dispõe deles é trabalhar desfiando uma parte dos cabelos. Na próxima edição da revista Cabeleireiros, nº 39, haverá um passo a passo da própria Marina que ensina direitinho como fazer isso), a hairstylist apresentou um coque banana trançado. Um grande trunfo para esse penteado é trabalhar com as pontas que ficam soltas. Ajeitá-las harmonicamente sobrepostas ao coque é um dos segredos para que ele fique perfeito.

Uma variação do moicano tradicional, este tem um volume ainda maior e buclêsÀs alturas com a modernidade

Para encerrar, um moicano todo construído com a técnica das mechas torcidas e “beliscadas” com as pontas das unhas. Evolução do moicano tradicional, este é um daqueles penteados que fazem sucesso tanto nas passarelas quanto em ocasiões de gala e é um prisma para as modernetes.

E confira também:

Teste da mecha evita riscos aos cabelos e à saúde

Alexandre Zucker dá dicas sobre tendências de corte para mulheres