Os cuidados na hora da descoloração capilar

Muitas vezes, antes de colorir os cabelos, é necessário avaliar o aspecto e a cor dos fios, para então aplicar a tintura. Isso é fundamental para garantir que a cor não vai se alterar nem prejudicar a saúde dos cabelos.

Marcel Filipe Mendes, hairstylist do salão L'or De Vie, explica o por que. “Um bom exemplo é quando a cliente tem um cabelo escuro por cor cosmética e deseja clarear dois tons sem fazer mechas; este cabelo necessitará de uma limpeza da cor indesejada, para adicionar a desejada”.

O profissional alerta que é necessário cuidado e bastante atenção no procedimento, pois não pode ser feito em todos os tipos de cabelo. Dependendo da característica dos fios, poderá deixá-los ainda mais sensibilizados e provocar queda. “O correto é fazer uma boa plástica de fios, com botox, blindagem e/ou selagens. Com muito cuidado a cor desejada sempre será atingida”, comenta.

Contraindicações

O alerta também vai para mulheres gestantes e com câncer. Os cabelos ficam mais sensíveis e vulneráveis a danos, por isso, é contraindicado.

Mas, para quem está fora deste grupo, o procedimento é sim, recomendado, porém é importante cauterizar os fios e mantê-los sempre hidratados.

Uma outra dica importante é adotar uma rotina de cuidados após a descoloração dos fios. “É necessária muita responsabilidade nos tratamentos com máscaras capilares de hidratação e shampoos de boa qualidade. O investimento é contínuo”, alerta Marcel.

Entre os benefícios encontrados nos produtos que tratam os fios pós-coloração, o especialista destaca: “Reposição de oleosidade e queratina, maciez e fortalecimento dos fios”. E o ideal é que sejam utilizados de duas a três vezes por semana”.