Os salões que se associarem ao Projeto Tesourinha ganharão um selo de membro efetivo da Beleza do BemSerá lançada na Hair Brasil 2007 a campanha Beleza do Bem, que pretende angariar associados para apoiar o desenvolvimento do Projeto Tesourinha, organização com sede em São Paulo, fundada pelo cabeleireiro Ivan Stringhi, que prepara pessoas carentes para atividade profissional em salões, clínicas e outros estabelecimentos de beleza.

Fundado há 16 anos, o Projeto Tesourinha tem crescido e transformado cada vez mais sonhos em realidade. Adolescentes, jovens e adultos carentes são qualificados profissionalmente no ramo da beleza, proporcionando sua inclusão social, melhorando sua auto-estima e gerando novos negócios no setor.

Com apenas R$ 50,00 por mês, os salões que se associarem ao Projeto Tesourinha ganharão um selo de membro efetivo da Beleza do Bem e poderão aproveitar o cadastro de profissionais treinados (assistentes de cabeleireiros, manicure/pedicure, maquiagem e depilação), com a garantia de qualificação oferecida pelo Projeto.

Além disso, terão sua imagem vinculada à credibilidade de uma organização que já formou mais de 22 mil profissionais só na cidade de São Paulo, além da divulgação no site do Tesourinha e materiais institucionais. Os salões poderão, dentro da possibilidade de cada um, comprar quantos selos desejarem, em forma de quotas de participação. Estes selos serão comercializados durante a Hair Brasil, no estande que a direção da feira disponibilizou para o Projeto Tesourinha e em outros pontos estratégicos dentro da feira. A Hair Brasil já está engajada na campanha Beleza do Bem.

A coordenadora do Projeto, Cristina Nishimura, reforça ainda que atrelar a atuação profissional de um salão de beleza a um projeto de responsabilidade social com essa grandiosidade é, além de tudo, uma inovação no setor. “Cada vez mais, a opinião pública busca consumir produtos e serviços que sejam socialmente responsáveis. Os salões de beleza agora também terão a chance de, além da responsabilidade social, ajudar jovens e adultos carentes. Sem contar que o trabalho do Tesourinha aprimora a qualidade dos profissionais do mercado”, explica a coordenadora.

O cabeleireiro Ivan Stringhi destaca que, com os resultados desta campanha, até o final de 2007 o Projeto Tesourinha (que atualmente atende 1.500 alunos em São Paulo) será ampliado para outros Estados do Brasil, como Bahia, Pernambuco, Distrito Federal, Rio Grande do Sul e interior de São Paulo (Ribeirão Preto).
Até o final de 2007, o Projeto Tesourinha será ampliado para outros estados
O Projeto - O Tesourinha teve início na Favela São Jorge do Arpoador. No centro comunitário local foram criadas 30 turmas, que participaram de cursos voltados para cabelo, educação sanitária e ambiental. Para isso, o Projeto conta com o apoio de profissionais da área de saúde e beleza, além de ex-alunos. Qualificadas, essas pessoas carentes são encaminhadas para salões renomados e mudam sua vida com uma injeção de auto-estima, graças à profissão.

Atualmente o Projeto Tesourinha conta com a participação de empresários de salões de beleza para o desenvolvimento de suas atividades, além de receber o apoio de grandes empresas, tais como: Seda, Payot, Niasi, Risqué by Niasi, Taiff, Ikesaki, Pró-Art, Fidalga, Depilart, Beauty Color, Alsco, Citiesperança, Intercoiffure, Global Harmony e Oito Brasil.