Acne depois dos 25 anos pode ser causada por estresse, distúrbios hormonais e maquiagem mal retiradaPara quem pensa que acne é só na adolescência, espinhas e cravos podem não ser mais marcas apenas de meninas novinhas. Nas últimas décadas, as mulheres adultas, com idade a partir dos 25 anos, também estão sofrendo com o problema.

"Hoje em dia, a mulher trabalha mais, disputa espaço no mercado de trabalho, tem uma carga horária sobrecarregada (esposa, mãe, profissional, mulher) e isso causa alterações hormonais. Esse descontrole reflete na pele, pêlos e cabelos (queda) e no ciclo menstrual. Na verdade, o organismo da mulher não está preparado para esse tipo de dia a dia e sofre com isso", explica a farmacêutica e química especialista em Cosmetologia Karoline Pellacani, coordenadora de pesquisa e desenvolvimento da Adcos.

A acne é uma doença do folículo pilossebáceo, que surge nas áreas que concentram maior número de glândulas sebáceas, como no rosto, pescoço, costas e na região do colo. Na mulher adulta existem dois tipos de acne: a chamada persistente, que se desenvolveu na adolescência e continua com o passar dos anos, e a de instalação tardia, que surge a partir dos 25 anos, sendo desencadeada por problemas hormonais devido à grande carga de estresse. "Além do descontrole hormonal, o uso de cosméticos e maquiagem de maneira incorreta e a questão de não limpar a pele corretamente também são fatores que podem ajudar no surgimento da acne na mulher adulta", argumenta Karoline.

“Existem vários fatores que podem levar ao aparecimento da acne, porém os principais estão relacionados com a hereditariedade e com o desequilíbrio hormonal. Este último ocorre durante a puberdade em cerca de 80% dos adolescentes, e em mulheres com a síndrome do ovário policístico. Outros fatores envolvem o uso de certos medicamentos, cosméticos comedogênicos e stress”, completa a especialista.

A manutenção de uma pele bem higienizada é indispensável à prevenção e controle da acne, causada principalmente por microorganismos chamados Propioniobacteium acnes. No entanto, é necessária uma avaliação de cada caso a fim de verificar se há a necessidade de intervenção médica e medicamentosa.

É importante verificar alguns fatores na hora de comprar um produto para resolver o problema da pele acneica, como:
- A seriedade da marca, pois os produtos destinados à acne exigem a realização de testes que garantem a eficácia e segurança do tratamento. Devem ser realizados sob a coordenação de dermatologistas;
- Resultados clínicos comprovados;
- Indicação de profissionais (médicos, esteticistas, fisioterapeutas).