A depilação a cera ainda é a técnica preferida entre a maioria das mulheres, mas não raramente é deixada de lado para ser substituída pela lâmina de barbear. Parte delas fazem isso graças a traumas adquiridos em uma primeira depilação mais dolorida ou feita por depiladora não especializada. De acordo com Regina Jordão, fundadora da rede Pello Menos, esse momento é muito importante na vida das mulheres que iniciam seu processo de depilação e por isso merece uma atenção especial.

Primeira depilação
Para Regina, a idade aconselhada para iniciar depilação é a partir dos 15 anos. Segundo ela, as mães são a principal referência nessa fase e devem orientar e explicar todos os diferentes métodos de depilação para que a menina faça a opção que melhor lhe agradar. Regina afirma que optar pela depilação com cera traz muitos benefícios, como uma pele mais macia e bonita, pelos sempre finos e delicados (diminuindo a dor da próxima depilação) e risco menor de machucar a pele, além de um período maior para crescimento dos fios. Mas, para evitar problemas na primeira depilação, é preciso ter atenção a alguns cuidados especiais:

- Não usar lâmina de barbear: elas deixam os pelos duros e ásperos, dificultando a primeira depilação por serem mais resistentes. Se os pelos forem virgens, a primeira depilação será bem menos dolorida. O ideal, então, é que a menina que opte pela depilação com cera não faça uso da lâmina lâmina antes disso;

- Escolher o local adequado: o melhor é sempre optar por um centro de depilação conhecido ou um profissional bem qualificado, preparado para os cuidados exigidos na primeira depilação. Entre estes, atenção redobrada, com mais tempo disponibilizado para a cliente, além de transmitir a ela tranquilidade e confiança;

- Verificar a procedência da cera: a cera morna é sempre a melhor opção, pois relaxa a pele e dilata os poros sem o risco das eventuais queimaduras da cera quente, além de diminuir a dor na retirada dos pelos;

- Uma região por vez: para se acostumar com o procedimento de depilação é melhor ir aos poucos. A orientação é depilar uma região a cada visita à depiladora e aumentar a área depilada gradativamente, tornando o ato de depilar menos traumático;

- Preparo psicológico: antes de qualquer início é preciso estar preparada psicologicamente para a primeira depilação. Estar certa do que quer tranquiliza e ajuda a atenuar a dor, facilitando o processo tanto para a cliente, quanto para a profissional.

E confira também:

Tire suas dúvidas a respeito da depilação masculina