Apresentação da Truss Hair TherapyBrilho, leveza, modernidade, cortes geométricos e muita versatilidade marcaram o primeiro dia da 5ª edição do Summer Collection, que aconteceu em 30 de agosto, na Beauty Fair 2009.

No palco, hairstylists do Brasil e alguns internacionais usaram da alegria e das boas emoções para demonstrar a esperança diante da crise econômica que o mercado da beleza enfrentou neste ano. Em comum, os looks apresentados destacaram atitude e personalidade dos brasileiros. Confira!


Anos 60 e 70 repaginados

Inspirada no visual do Beatles, a Truss Hair Therapy foi a primeira a se apresentar com os hairstylists Gi Quintino, André Siqueira e equipe, com a participação especial de Paulo Persil. Ao som da banda de Liverpool, modelos de cabelos curtos e retos representaram o ar de bons meninos de Paul, George, Ringo e John nos anos 1960.

Em seguida, os profissionais mostram cabelos totalmente baseados no visual dos anos 1970, época em que o grupo seguia a Apresentação da Truss Hair Therapymoda hippie. Fios longos, encaracolados, desalinhados, total no estilo hippie chique. “A Truss aposta em um ar descabelado, com volume. Mas como é repaginado, o volume é controlado”, contou Persil.

Conhecido como o mago das noivas, ele foi o último a subir ao palco, apresentando dois penteados do calendário que também foi lançado na feira. Ao calendário contém 12 visuais de noivas que remetem às estações do ano e a datas comemorativas.

Cachos e liberdade

Apresentação da DevaDireto de Nova York, a equipe da Deva apresentou a tendência que está dominando as ruas dos Estados Unidos: os cachos. Ao som de Boom Boom Pow, da banda Black Eyed Peas, Dênis Silva, Cal Ellis e equipe fizeram um show bastante conceitual, totalmente voltado para valorização da liberdade dos fios.

“Passamos muito tempo estragando os cabelos, tentando deixá-los lisos. Está na hora de assumirmos nossa personalidade, dizer quem somos. E os cachos representam isso”, comentou Silva. Para demonstrar esta nova atitude, o hairstylist grampeou os cabelos das modelos em pedaços de isopor com formatos geométricos.

Simultaneamente, mais dois profissionais cortaram bolinhas do mesmo material que estavam presas a cada cacho dos modelos. “Tivemos esta ideia para que as pessoas entendam que o cabelo deve ser cuidado cacho a cacho”, completa.

Anos 1920 com Tarsila do Amaral

Bastante nacionalista, o show da Yellow veio inspirado nas obras da artista plástica Tarsila do Amaral e nos anos 1920. As obras A Apresentação da YellowLua, Sol Poente e Abaporu foram as fontes para Natan Moreira e os gêmeos Maurício e Roberto Martins criarem a coleção Tarsila do Amaral.

Com A Lua, os profissionais mostraram cortes curtos e arredondados, imitando o formato do satélite natural da Terra. Já o Sol Poente veio com cores quentes e marcadas e muita assimetria, trazendo um ar jovial e misterioso. Em Abaporu, os cabelos longos foram estilizados com lâminas para dar leveza e movimento. Toda a coleção veio com cores vibrantes traduzindo as obras da artísta.

Os hairstylist apresentaram ainda penteados artísticos ainda em três estilos. Um afro, com bastante cachos e uma mecha branca para representar o brilho da lua, outro bastante alto seguindo as curvas do corpo de Abapuru, e, por último, volume e mechas mostravam os clarões do Sol Poente. O show teve como trilha sonora músicas tipicamente brasileiras, como Sampa, de Caetano Veloso.

Confira aqui a cobertura do segundo dia do Summer Collection.