Como tratar de cabelos com aplique?

Como cuidar e tratar de cabelos que receberam apliques e foram submetidos a alongamentos? De acordo com Neiva Pena, hairstylist do salão Essencial Hair, tudo deve começar ao lavar os cabelos. “É importante lavar os cabelos com um shampoo suave e massageá-los com movimentos leves para não embaraçar”, explica.

Evitar o uso de condicionador próximo da raiz, para prevenir a caspa e oleosidade excessiva no couro cabeludo também contribui. “Outra dica importante é evitar prender o cabelo quando estiverem úmidos. Isso evita a proliferação de fungos e doenças no couro cabeludo. Se o método de aplique for de queratina, evite o secador quente próximo da raiz, pois pode derreter e soltar a mecha”, explica a profissional.

Manutenção

Cabelos com apliquem exigem manutenção e cuidados especiais. “O procedimento deve ser retocado entre 2 e 5 meses, dependendo do crescimento do cabelo ou método escolhido. Um sinal é quando as mechas começam a embaraçar ou soltar durante a lavagem ou a escovação”, comenta.
A manutenção do aplique depende muito do método escolhido e da quantidade de cabelo desejada pela cliente.

Tipos de aplique

“O aplique feito com queratina dura de 2 a 6 horas. As mechas são coladas próximas à raiz com fios preparados com queratina. Por essa razão, é possível fazer mechas bem finas, que deixam a emenda com um aspecto natural e discreto”, diz a profissional.

Outra possibilidade, é fazer a aplicação utilizando tela ou entrelaçamento, que normalmente demora menos, entre 1 e 2 horas. “Nesse caso, são feitas tranças de raiz, nas quais se costuram telas com mechas cabelo. A vantagem é que é possível fazer cabelos curtos ou crespos, por exemplo,”, destaca.

Uma terceira possibilidade, mais caseira, é fixar as mechas com presilhas e grampos. “Apenas é necessário colocar com cuidado pois as mechas podem sair facilidade”, alerta a profissional.

Contraindicações

O aplique deve ser evitado em cabelos muito finos ou que estão enfraquecidos por processos químicos, como alisamentos ou excesso de coloração. Nesses casos, o melhor método são os apliques temporários como os de tic-tac.

“Caso o aplique seja feito com queratina, evite o uso de secador e prancha na raiz. E o método feito por tela e entrelaçamento deve ser evitado em cabelos finos, pois tende a forçar a raiz e provocar a queda dos fios”, finaliza.