O birote: mocinho ou vilão?

Em busca de agilidade em meio a rotina diária agitada, enrolar os cabelos e prender tudo para cima, técnica popularmente conhecida como birote, acabou virando moda e caindo no gosto feminino mundo afora.

Enquanto as brasileiras fazem dele uma arma para enfrentar o calor, na Europa, inversamente, o início do outono é a época ideal para as mulheres prenderem os fios. Sob ventos intensos e com o clima mais úmido, a prática tornou-se a maneira simples de rebater o consequente surgimento do frizz.

A moda se espalhou e não importa a idade ou a textura das madeixas, o que vale é “birotear”. Mas este assunto levanta uma questão: manter os cabelos presos por muito tempo faz mal à saúde capilar?

Gennaro Preite, consultor de beleza da Condor, afirma que este costume pode “detonar” os fios, deixando-os marcados e quebradiços. E completa apontando uma alternativa mais segura para quem não abre mão do visual. “O ideal é deixar o elástico levemente frouxo, mudar a posição de vez em quando ou usar o próprio cabelo para prender”, ensina.

Mas não se pode negar: o estilo é contagiante e eu mesma devo assumir que aderi à onda em minha passagem pelas terras européias.

Serviço
SAC: 0800-476666 / www.condor.ind.br

E confira também:

TIGI cria coleção com um olhar na moda urbana

Rabo de cavalo luxuoso passo a passo