Outro look vintage de Katy PerryAo pé da letra, o termo vintage significa período de colheita ou de uma determinada safra. Na moda, ele também é usado para designar um tempo específico. Aderir à onda vintage ou retrô é seguir um estilo que resgata referências de décadas passadas, inserindo-as no contexto atual. Mas isso não significa ter cara de quem parou no tempo. Em vez disso, a imagem deve ser de alguém que sabe utilizar a experiência do passado de forma contemporânea.

Depois da frebre oitentista, os anos 1940 tornaram-se alvo dos amantes desse estilo antiguinho. Na época, as mulheres lutavam por espaço na sociedade, mas sem deixar a feminilidade de lado. “Em relação aos penteados, mais precisamente, da fase pós-guerra (1946-1949), foi a vez dos cabelos na lateral, com ondas no lugar e presos com grampos”, comenta a hairtylist Gisélia Dias, do salão Fios e Arte. Enquanto as roupas eram austeras e assimilavam características masculinas, os cabelos tomavam uma forma sexy, criando um contraponto.

A profissional afirma que a receita para atualizar o look é deixar as ondas bem largas e investir em acessórios. Flores ou plumas presas na lateral, casquetes e tiaras finalizam penteados para festas ou para o dia a dia, dependendo, claro, da roupa. Já os chapéus de abas largas são ideais para completar os trajes de moda praia. Biquínis  hot pants e saídas de praia larguinhas, arrematadas por cabelos hidratados e protegidos do sol, fazem bonito dentro desta tendência. Preparamos uma galeria com personalidades e opções de acessórios para você ter ainda mais argumentos. Aproveite!

Serviço
Salão de beleza Fios e Arte
(21) 2235-3192

Blue Beach
www.bluebeach.com.br

O Q Vestir
www.oqvestir.com.br

E confira também:

O passado a serviço do futuro

Elegância clássica em visuais dos anos 1950 e 1960