Linhas geométricas e madeixas curtas são referência de elegância e autenticidade, segundo Charles Veiyga, cabeleireiro do RW Persil, de São Paulo. Esta também é uma forte tendência na Europa e já tem sido adaptada pelas brasileiras, fãs de cabelos grandes. 

“Em setembro no Mondial Coiffure Beauté, em Paris, um dos maiores eventos do setor, apresentei a tendência dos cabelos curtos para a mulher sofisticada e moderna que deixa a sua fragilidade de lado para mostrar atitude”, contou. 

As cores escuras estão em voga em todo o mundo, a naturalidade é que está na moda. As linhas geométricas causam maior impacto visual, por isso as brasileiras estão usando. “O mix do curto com nuances escuras representa uma figura feminina mais segura, culta, chique e sofisticada”, disse, e completou: “As brasileiras podem usar qualquer visual, porque são as mais bonitas do mundo. Eu adorei esta tendência porque é prática, elegante, romântica e sedutora”, entusiasmou-se Charles.