Atenção as unhas

As unhas, além de embelezar as mãos, têm a função de proteger os dedos, dar precisão e colaborar para a estabilidade dos movimentos. E ainda podem indicar algum problema de saúde. Por isso, antes da esmaltação, fique atento a qualquer alteração de cor, textura, formato e crescimento.

Aprenda a ler esses sinais com as dicas do dermatologista Dr. Cristiano Kakihara:

Manchas esbranquiçadas: podem decorrer de onicomicose (micose de unha), psoríase, insuficiência cardíaca, pneumonia, insuficiência renal, gota, quimioterapia e eritema polimorfo.

Manchas amarelas ou unhas amareladas: podem ser causadas por onicomicose (micose de unha), psoríase, idade avançada, tuberculose, tratamento com antiretroviral, uso de D-penicilamina, linfedema, síndrome nefrótica, linfoma, câncer de laringe, câncer de bexiga, distúrbios de tiroide, asma brônquica, enfisema e herança genética.

Unhas arroxeadas: podem decorrer de uso de tetraciclina, warfarina, ácido acetilsalicílico, fenômeno de Raynaud, doença de Raynaud, lúpus eritematoso sistêmico e crioglobulinema.

Unhas esverdeadas: podem decorrer de infecção por bactéria Pseudomonas aeruginosa, trauma local e onicomicose (micose de unha).

Inchaços em volta das unhas: podem ser causados por de paroníquia aguda ou crônica (inflamação causada geralmente por bactérias ou fungos), insuficiência renal, insuficiência hepática, insuficiência cardíaca, trauma local e onicomicose (micose de unha).

Metade branca, metade avermelhada: podem decorrer de insuficiência renal e uso de 5-fluorouracil.

Faixas negras: podem decorrer de melanoma, predisposição racial, onicomicose (micose de unha) e uso de diversas medicações (como antibióticos e antiretrovirais).

Fracas, secas e quebradiças: são comumente decorrentes de uso de esmalte, base, acetona, distúrbios da tiroide, anemia, insuficiência renal, insuficiência hepática, tabagismo, etilismo, trauma, diabetes, lúpus eritematoso, psoríase e câncer de diversos órgãos.

Unha Amarelada, espessa e sem crescimento: geralmente encontradas em casos de onicomicose (micose de unha), psoríase, insuficiência renal, insuficiência hepática e idade avançada.

- Ondulações: são decorrentes de trauma, anemia, insuficiência cardíaca, hipotiroidismo, psoríase, líquen plano, esclerodermia, alopecia areata e onicomicose (micose de unha).

- Unhas pálidas: podem decorrer de anemia, insuficiência cardíaca, insuficiência renal, insuficiência hepática, psoríase, dermatite atópica, líquen plano e lúpus eritematoso.

- Linhas de Beau: são depressões transversais da lâmina ungueal; podem decorrer de trauma, insuficiência hepática, insuficiência renal, insuficiência coronariana, dieta pobre, hipersensibilidade a alguns remédios, doenças febris e fenômeno de Raynaud.

Qualquer sinal de alteração ou dúvida procure um especialista para uma orientação ou tratamento adequado.